Ela não anda, ela arrasa: Fernanda Härter

A palavra do "Ela não anda, ela arrasa" de hoje vai para uma mulher que admiro muito pela delicadeza de sua personalidade e firmeza em suas vontades. Fernanda é só simpatia, consegue conquistar todo mundo com o jeitinho dela, porém quando o assunto é feminismo e os direitos da mulher com deficiência a suposta fragilidade dá lugar a … Continue lendo Ela não anda, ela arrasa: Fernanda Härter

Carta aos exemplos de superação

Pensei muito antes de escrever esse texto, confesso. Não queria trabalhar esse tema de modo agressivo, tampouco ser complacente com vocês, mas resolvi conversar e propor uma reflexão sobre como esse papo de superação é prejudicial ao nosso debate de real inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.  Talvez seja difícil entender ou enxergar o lado negativo de ser um … Continue lendo Carta aos exemplos de superação

O que tem a oferecer

Inicialmente gostaria de agradecer a todas que compartilharam meu texto "Feminismo sobre rodas" nas redes sociais. Foram tantas mensagens carinhosas que turbinaram meus ânimos e ativaram a vontade de continuar a caminhada. Bom saber que não estou sozinha nesta bad trip. Mas como todos os dias é um 7x1 diferente, trouxe mais um ponto a ser … Continue lendo O que tem a oferecer

Feminismo sobre rodas

Antes de iniciar esse texto gostaria de deixar um recado para os deboístas: não continuem a leitura. Esse texto não tem nenhum propósito de ser leve, ao contrário será tal como a realidade é. Ácido, doloroso e duro. Engana-se quem pensar que estou sendo gratuitamente radical ou apresentarei algo que não corresponde a sua experiência de vida. Se este último … Continue lendo Feminismo sobre rodas

Espelho, espelho meu…

Mais uma vez lá estou: eu e o espelho. Dessa vez estou sorrindo satisfeita com o que vejo. Meus olhos brilham, me sinto linda e mais radiante. Estou feliz. "Estou me amando!" penso. Engana-se quem supõe que esta relação sempre foi estável. Houve tempos terríveis onde o reflexo me trazia dores e muitas lágrimas. Vergonha. Me sentia a criatura mais … Continue lendo Espelho, espelho meu…