A deficiência na figura mais linda do mundo

Imagem dividida ao meio na vertical. Ao lado esquerdo, em tons azuis, a foto de uma estátua feminina nua sem os braços. Ao lado direito, com o fundo rosa, o texto em azul: Ela não tem braços nem mãos, embora o toco da parte superior do braço direito se estenda até o peito. Seu braço esquerdo foi cortado e o rosto muito marcado, com o nariz rasgado na ponta e o lábio inferior arrancado. Felizmente, suas mutilações faciais foram tratadas e são pouco visíveis, exceto por pequenas cicatrizes visíveis apenas de perto. O dedão do pé direito foi cortado e o tronco também está coberto de cicatrizes, uma particularmente grande entre as omoplatas, uma que cobre o ombro e outra que cobre a ponta do peito onde o mamilo esquerdo foi rasgado fora.

No entanto, ela é considerada uma das figuras femininas mais bonitas do mundo. ” (Davis 2004, p 51). Fim da descrição.
Imagem dividida ao meio na vertical. Ao lado esquerdo, em tons azuis, a foto de uma estátua feminina nua sem os braços. Ao lado direito, com o fundo rosa, o texto em azul: Ela não tem braços nem mãos, embora o toco da parte superior do braço direito se estenda até o peito. Seu braço esquerdo foi cortado e o rosto muito marcado, com o nariz rasgado na ponta e o lábio inferior arrancado. Felizmente, suas mutilações faciais foram tratadas e são pouco visíveis, exceto por pequenas cicatrizes visíveis apenas de perto. O dedão do pé direito foi cortado e o tronco também está coberto de cicatrizes, uma particularmente grande entre as omoplatas, uma que cobre o ombro e outra que cobre a ponta do peito onde o mamilo esquerdo foi rasgado fora. No entanto, ela é considerada uma das figuras femininas mais bonitas do mundo. ” (Davis 2004, p 51). Fim da descrição.

Quando encontrei esse trecho senti uma espécie de alívio. Como se encontrasse alguém conhecido em uma festa de gente estranha. Já havia me questionado sobre a “deficiência” da Vênus de Milo.

A origem da Vênus de Milo é cheia de curiosidades. Não há registros definidos sobre o autor, tampouco do motivo de não possuir os braços. Porém, todos concordam ao dizer que ela é uma das mais belas obras de arte do mundo.

Apesar da tentativa de alguns artistas e críticos de arte reabilitarem a estátua, com simulações dos braços “completos”, sua beleza está presente em suas marcas, no equilíbrio estético provocado pela sua “incompletude”.

É preciso compreender a singularidade dos corpos com deficiência como um caminho para questionar a binaridade daquilo que é normal e anormal. Uma vez que em nossa sociedade circulamos entre imagens, símbolos, imaginários diversos sobre padrões de beleza para corpos femininos.

Exemplos como esse nos provoca, tira da zona confortável dos nossos valores. Nos inquieta de uma maneira que só a arte é capaz de fazer. Mas essa conversa fica para outro dia.

Gostou do texto? Deixe seu comentário, adoraria saber sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s