Dia Nacional da Luta (diária) das pessoas com deficiência

Dia Nacional da Luta das pessoas com deficiência

Hoje dia 21 de setembro é considerado o dia nacional da luta das pessoas com deficiência, porém hoje também comemoramos o dia da árvore. Antes de achar se tratar de uma coincidência, saiba que a escolha desta data foi intencional, aproveitaram a proximidade da primavera para inspirar em seu simbolismo principal: nascimento. O florescer da estação representa o surgimento de uma nova era de busca pela inclusão.

Dizem que a escolha da data foi ideia de Cândido Pinto de Melo, um dos fundadores do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes – MDPD, organização de pessoas com deficiência que já se reuniam mensalmente desde 1979, e discutiam propostas de intervenções para a transformação da sociedade paternalista e da ideologia assistencialista.

Descrição da imagem: Foto de Cândido sorrindo. Ele está com camisa branca, possui barba densa um pouco grisalha, cabelos grisalhos cacheados e usa óculos. Fim da descrição.

Recentemente, tenho estudado muito a respeito da vivência com deficiência, de teorias sobre o corpo e todo tipo de conceito acadêmico capaz de dar conta dos meus questionamentos. Por isso, ao pesquisar sobre o que escrever hoje fiquei pensando no que representa ter uma data exclusiva para celebrar toda uma jornada em busca de fazer valer nossos direitos.

Tantas pessoas se esforçaram nesse caminho, tanto se discutiu qual seria a melhor forma de nos classificar. De médicos para sociólogos. De homens com deficiência para mulheres com deficiência. Tivemos necessidades especiais, depois portamos nossas lesões e hoje somos “alguém com”.

Deixarei aqui como confissão ainda não saber toda a nossa história, desconheço grande parte das pessoas que lutaram por nós no Brasil, apesar de estudar muita coisa. Talvez seja por anos de desinteresse e, de certo modo, resistência em reconhecer a deficiência como parte de minha identidade. Minha atuação se fortaleceu nos últimos anos, coincidindo com a aceitação do meu corpo por meio do feminismo.

Ah, o feminismo. De suma importância para nós, mulheres, porém essencial para o reconhecimento do cuidado na vida de alguém com deficiência. Se por um lado buscamos nosso reconhecimento como indivíduos capazes de tomar decisões de forma autônoma, por outro necessitamos reconhecer e respeitar nossos impedimentos físicos, de modo que não signifique um sinal de incapacidade, mas de característica das nossas vivências. Esse recorte foi graças às mulheres com deficiência feministas. 

As barreiras arquitetônicas ainda existem, seguem imensas, estreitas, com vários degraus, sem descrições, sem sinais, em silêncio obrigatório. Espreitam nas esquinas de lugares públicos, daqueles destinados a determinado público e não a todos. 

Descrição da imagem: Desenho colorido de um rapaz usando bengala ao centro olhando para o interior da imagem. No fundo diversos desenhos em preto e branco estão espalhados, são pessoas com diversos tipos de deficiência andando e algumas com placas de protesto. Fim da descrição. Image by Dadu Shin

As barreiras atitudinais também persistem, porém às vezes elas perdem a força. No contato com o diferente, na busca de entender o outro, há momentos em que a dúvida vira entendimento e, de repente, ganhamos um aliado nesta jornada

A caminhada será longa, muitas vezes difícil e solitária como toda luta contra esse gigante sistema padronizado. As engrenagens da máquina seguem firmes, tentando controlar nossas existências. Uma hora ela inverte a produção, percebe que a demanda mudou, a voz nas ruas (agora virtuais) é mais alta do que o barulho da grande tela. Aliás, agora manifestação está ao alcance da mão, roda o mundo inteiro e conecta ideias.

É tempo de florescer e renovar as forças para continuar. Feliz nosso dia, feliz todos os nossos dias de luta! 

Gostou do texto? Deixe seu comentário, adoraria saber sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s